II Série

II Série (2003 – )

A revista A IDEIA foi fundada em 1974, no momento da transformação política e social profunda que ocorreu em Portugal depois de meio século de regime ditatorial. O antigo movimento anarco-sindicalista, historicamente muito significativo entre nós no início do Século XX, constituiu então uma inspiração e uma referência para esta iniciativa.

Animada por um grupo de indivíduos com fortes afinidades pessoais, a revista definiu-se como sendo de orientação libertária, mas desde cedo rejeitou o espírito e os comportamentos de seita para evoluir para um espaço de reflexão e debate de um leque alargado de temas e de questões do nosso tempo. Tornou-se assim, sobretudo, num meio de afirmação cultural.

Em 1991, a revista A IDEIA suspendeu a sua publicação, cessando também a actividade da Editora Sementeira, CRL, que lhe servia de suporte administrativo e também editava livros, sempre sob os princípios do amadorismo, do voluntariado e sem qualquer intuito lucrativo.

Dez anos depois, A IDEIA foi relançada com o intuito de difundir textos de reflexão que lhe sejam propostos, sobre os mais diversos assuntos. Nesta nova fase, ao lado da edição tradicional impressa em papel – da qual é feita apenas uma tiragem limitada, em função do número de compradores e a um preço de venda que cubra as despesas, o que significará sempre um valor elevado -, A IDEIA possui também esta página de acesso livre na Internet através da qual os interessados podem tomar contacto com a revista, conhecer os textos publicados, solicitar a sua aquisição, pedir informações, fazer comentários ou propor colaborações escritas.

A IDEIA, revista libertária, nada renega da sua trajectória anterior, mas também não se considera dela prisioneira. Por isso, avança sem plataforma ideológica ou projecto programático. E se ostenta o mesmo subtítulo que exibia anteriormente é sobretudo porque continua a considerar a liberdade como o seu valor de referência fundamental e não como sinal de reconhecimento de tribo.

Olhando para as três ou quatro últimas décadas e para o itinerário ideológico da revista, pode identificar-se um conjunto de valores patrimoniais fortes de que ela deu mostras: a rejeição da violência; o afastamento de qualquer espécie de crença numa catástrofe salvadora (a benefício do direito às experimentações e a ensaios locais, pontuais ou simplesmente humanos); a crítica do envelhecimento das ideologias clássicas e do autismo militante ainda subsistente, sem prejuízo do respeito pela memória do passado; o (fundamental) pluralismo de concepções e de práticas; e a “regra metodológica” individualista que consiste em “que cada um afirme o que sabe, pode e quer fazer, e não aquilo que acha que os outros deviam fazer”.

Nesta segunda época, é propósito dos promotores de A IDEIA editar textos de reflexão que lhe sejam propostos, sobre os mais diversos temas. Temas que configurem, contudo, uma oportunidade e um espaço de debate e diálogo entre pessoas cidadãs. Ou seja: textos que, podendo envolver matéria política, cultural, social, literária, histórica, etc., sejam dirigidos “horizontalmente” ao entendimento e à sensibilidade dos outros. A selecção dos artigos a publicar dependerá da opinião que sobre eles emitirem os membros de uma “rede de conselheiros de redacção. (…)
A IDEIA, nada renega da sua trajectória anterior, mas também não se considera dela prisioneira. Por isso, avança sem plataforma ideológica ou projecto programático. E se ostenta o mesmo subtítulo que exibia anteriormente é sobretudo porque continua a considerar a liberdade como o seu valor de referência fundamental e não como sinal de reconhecimento de tribo. Escreveu-se em certo momento que nos encontrávamos “no partido do movimento, na pesquisa irrecusável da verdade e na ambição do indivíduo livre sobre a terra livre“. Esse é talvez um bom mote para prosseguir.

A_Ideia_57_capa

Descarregar A Ideia 57

A_Ideia_58_capa

Descarregar

A_Ideia_II_4_59_capa

Clique na imagem para ir para a página deste número ou descarregue aqui A Ideia_59

Descarregue A_Ideia_60
Descarregue A_ideia_61


A_Ideia_62_capa

Clique na imagem para vistar a página deste número ou descarregue directamente  A Ideia 62

A_ideia_63_capa

Clique na imagem para ir para a página deste número ou descarregue directamente A Ideia 63

A_ideia_64_capa

Clique na imagem para ir para a página deste número ou descarregue directamente A Ideia 64

A_ideia_65_capa

Clique na imagem para ir para a página deste número ou descarregue directamente  A Ideia 65 A_Ideia_67_capaA_ideia_68_capaA_ideia_69_capaA_Ideia_70_capa

aideia_75_76

aideia_77_78_capa